7 fatores para avaliar num monitor de áudio para home studio antes de comprar

Última atualização em

Eu tenho certeza que você irá concordar com que eu vou falar:

Escolher um monitor de áudio para home studio é muito angustiante.

Não é verdade?

Bem, acontece que comprar o monitor de referência correto pode ser um pouco mais fácil do que parece ser.

Tudo que você precisa saber é focar nos fatores corretos na hora de ler as especificações técnicas do equipamento.

E neste artigo, eu vou te apresentar o guia completo para escolher o monitor de audio perfeito para você.

Monitor de áudio para home studio: as 8 melhores opções para você

Para escolher um monitor de aúdio para home studio, você deve levar em conta todas essas especificações.

  • Faixa de resposta em frequência
  • Distorção harmônica total
  • Potência
  • Tipo de monitor de áudio
  • Configuração do amplificador
  • Campo sonoro
  • Gráfico de resposta em frequência
  • Resposta da frequência no domínio do tempo

Para os casos de um home studio no quarto ou em qualquer cômodo de uma casa, o ideal é seguir tais especificações:

  • Faixa de resposta em frequência: 50 a 20.000 Hz
  • Distorção harmônica total: 0,001 a 0,3%
  • Potência: Entre 15 a 60 W
  • Configuração do amplificador: Bi-amplificado
  • Campo sonoro: curto

Já o gráfico de resposta em frequência e o gráfico de resposta no domínio do tempo são especificações que, muitas vezes, a primeira tem em poucos manuais dos monitores de áudio e o segundo eu encontrei somente em artigos científicos de universidades que têm câmaras anecoicas.

Além disso, sabe-se que as empresas não demonstram tais gráficos de resposta simulando os seus monitores de áudio em um ambiente de home studio ou studio profissional.

Felizmente, achei um canal do Youtube que faz exatamente isso acima: Digital Stereophony.

Com este material, já fica bem fácil avaliar a resposta em frequência do monitor de áudio em um ambiente real.

E, eu deixei mais fácil esse trabalho para você. O Digital Stereophony analisa vários estilos músicais em trechos diferentes da música. Fica um pouco mais difícil perceber as peculiaridades de cada monitor de áudio.

Assim, fiz o download do áudio dos principais monitores de referência, separando os trechos que tocam o Deep House. Baixei a música utilizada já com o processamento do Youtube e organizei tudo isso em um projeto do FL Studio.

Desta forma, ficou muito mais fácil realizar o teste entre os monitores e o áudio original. Logo, aquele monitor de áudio que se assemelhar mais ao áudio original é o vencedor.

Além disso, não podemos esquecer o critério mais importante na escolha do seu monitor de áudio para home studio: o seu orçamento. É notório dizer que quase sempre existe a proporção direta entre a qualidade do monitor e o seu preço.

Sendo assim, eu realizei os experimentos citados acima comparando com diversos monitores de áudio.

Segue abaixo a lista dos melhores monitores de áudio para home studio em ordem de desempenho.

JBL LSR305

monitor de audio jbl lsr305

Faixa de resposta em frequência: 43 Hz -- 24 kHz

Distorção harmônica total: não encontrado

Potência: 41 W (LF) + 41 W (HF)

Tipo de monitor de áudio: ativo

Configuração do amplificador: Bi-amplificado

Campo sonoro: curto

KRK ROKIT ROKIT 5 G4

krk-rokit-rp5-g4-foto-principal

Faixa de resposta em frequência: 43 Hz – 40 KHz

Distorção harmônica total: não encontrado

Potência: 55 Watts

Tipo de monitor de áudio: ativo

Configuração do amplificador: Bi-amplificado

Campo sonoro: curto

Yamaha HS5

monitor de audio yamaha hs5 de lado

Faixa de resposta em frequência: 74 Hz – 24 kHz

Distorção harmônica total: não encontrado

Potência: 70 W (Alto falante: 35 W | Tweeter: 35 W)

Tipo de monitor de áudio: ativo

Configuração do amplificador: Bi-amplificado

Campo sonoro: curto

JBL 305P MkII

monitor de audio JBL 305P MkII

Faixa de resposta em frequência: 49 Hz – 20 kHz

Distorção harmônica total: 0,2% THD com 1 kHz / 2,83 VRMS de saída

Potência: 41 W

Tipo de monitor de áudio: ativo

Configuração do amplificador: Bi-amplificado

Campo sonoro: curto

Edifier R1850DB

monitor de audio edifier r1850db

Faixa de resposta em frequência: 60Hz-20KHz

Distorção harmônica total: 0.5%

Potência: R/L agudo: 16W + 16W; R/L (grave e médio-grave): 19W+19W

Tipo de monitor de áudio: ativo – passivo

Configuração do amplificador: não informado

Campo sonoro: curto

Behringer 50USB

monitor de audio behringer 50usb

Faixa de resposta em frequência: 55Hz – 20 kHz

Distorção harmônica total: não informado

Potência: 150 W

Tipo de monitor de áudio: ativo

Configuração do amplificador: Bi-amplificado

Campo sonoro: curto

Edifier R1280DB

monitor de audio edifier r1280db

Faixa de resposta em frequência: 55Hz-20KHz

Distorção harmônica total: não informado

Potência: 21W + 21W RMS

Tipo de monitor de áudio: ativo -- passivo

Configuração do amplificador: não informado

Campo sonoro: curto

Microlab B 77

microlab b77 especificação e descrição

Faixa de resposta em frequência: 55 Hz – 20 KHz

Distorção harmônica total: não informado

Potência: 48 W

Tipo de monitor de áudio: ativo -- passivo

Configuração do amplificador: não informado

Campo sonoro: curto

Se você quiser saber mais sobre como cheguei a tais conclusões, leia o restante do artigo.

O que é um monitor de áudio para home studio?

melhores monitores de audio para home studio

Um monitor de áudio para home studio é uma caixa de som especial que reproduz frequências fiéis da fonte sonora.

Teoricamente, ela toca uma música sem nenhuma ‘coloração’ ou sem ganhos/atenuações em qualquer parte da banda de frequências.

Na mixagem de uma track, suas decisões quanto às frequências sonoras que você aumentará ou diminuirá serão guiadas por seus ouvidos. 

E nisso, você deve escutar com precisão as modificações realizadas.

O termo chave que acompanha um monitor de áudio para home studio é: flat. Som flat significa áudio não modificado ou não alterado.

Para ilustrar isso, pense que o monitor de áudio é uma janela transparente e completamente limpa. Você consegue olhar a realidade do outro lado da janela.

Monitor de áudio para home studio Versus monitor multimídia

Diferente das caixas de som comuns que podem amplificar os sons graves e deixá-los com mais punch, bons monitores de áudio para home studio não alteram as respostas em frequências das músicas.

O objetivo de uma caixa de som comum ou um monitor de multimídia é prover uma experiência sonora prazerosa para o consumidor final.

Esta coloração no áudio da caixa de som é obtido pelo fabricante usando curvas do tipo sorriso suaves na equalização da frequência. Tais curvas eleva o baixo e os agudos das músicas.

curva V da resposta de frequencia de uma caixa de som multimidia

Além disso, alguns sistemas sonoros contém presets de “bass boost” ou “treble boost” e outros presets referentes aos estilos musicais como “pop”, “rock”, “hip hop”.

Os fabricantes de caixas de som usam isso devido aos pequenos alto-falantes utilizados em caixas de madeira de baixa qualidade.

Já um monitor de áudio para home studio te mostram detalhes e transientes dos sons reproduzidos que uma caixa de som comum não seria capaz.

Isso tudo vem de um esforço tremendo na fabricação de dispositivos eletrônicos de qualidade e no projeto de tais monitores, tornando-os mais caros.

Mesmo assim, há monitores de audio para home studio com preços acessíveis e com resposta flat aceitável.

Você não pode mixar com este tipo de caixa de som

caixa de som antigo de pc vs caixa de som para festa passiva

Eu já experimentei os extremos quando se fala de mixagem de músicas em caixa de som. Comecei a fazer música desde muito cedo e, como descrito aqui, meu primeiro monitor “não-referencial” foi uma caixa de som semelhante ao da imagem acima à esquerda.

Sem capital, tive que começar com os recursos que tinha. Lembro-me que minha mentalidade era de fazer músicas com boas composições, boas melodias e localizar os presets rápidos nos vsts. Eram as únicas coisas que eu poderia saber se estava bom ou não.

Não me preocupava com mixagem e a masterização. Aliás, como eu poderia ter alguma referência usando uma “caixinha de pilha”? Hahaha

O meu pai tinha (na verdade, até hoje tem) duas caixas de som passiva com um alto-falante de 15 polegadas, outro de 12 polegadas, uma corneta e duas tweeter em cada caixa. Elas eram alimentadas por um conjunto de mesa de som, pre-amplificador, amplificadores de potencia, equalizador e crossover. 

Eu tinha muito controle sobre o som que saia nessas caixas, mas tudo era muito alto e potente, pois a finalidade delas era de escutar música, principalmente Reggae. Hehehe.

O grave era tão alto que mascarava todas as outras frequências da música. Resultado: eu diminuía bastante as frequências graves e subgraves nas minhas tracks, tornando-as muito seca e sem “pressão”. 

Eu só ia perceber isso quando escutasse a música no som do carro ou no headphone circumaural.

O mesmo acontecia com as frequências agudas.

Era um dilema e tanto, pois eu mixava um pouco na caixa de som potente, renderizava o áudio, colocava-na no pen-drive e ia para o carro ou checava no headphone.

Só que já estava com os ouvidos cansados, pois o som da caixa começava a soar bem se estivesse com alto volume, o que fadigava minha audição rapidamente. 

Você já até imagina que era um martírio fazer minhas “mixagens”.

Além disso, eu não tinha nenhuma noção de imagem estéreo e de profundidade nas tracks. Sendo assim, as minhas aplicações de reverbs e delays nos canais dos arranjos eram totalmente aleatórias.

Tudo mudou quando comprei um monitor de áudio Edifier RT 1600 Plus. Mesmo colocando-os em cima da mesa de jantar na cozinha, ou seja, completamente mal posicionado, era perceptível a diferença de qualidade sonora comparado com a caixa de som anterior.

Mas quando montei meu home studio versão 3.0 é que senti a real qualidade do monitor de áudio da Edifier. Você pode ver as fotos abaixo:

foto do meu home studio antes e depois de melhorias

Detalhes do que fazer após comprar seu monitor de áudio para home studio, irei falar mais na frente.

Especificações para se atentar na escolha do monitor de áudio para home studio

especificações tecnicas de monitores de audio para home studio

Quando você ler as especificações dos monitores de áudio, vai se deparar com diversos termos técnicos como resposta em frequência, THD, dB SPL, Watts e outros.

Estes termos lhe ajudaram a ter uma ideia de como será o som do monitor de áudio. 

Tais especificações são conhecidas por meio de testes do fabricante a fim de determinar a performance do equipamento.

Mas tenha em mente que tais especificações não são padronizadas e cada fabricante tem um modo de teste de desempenho. Isso tudo é apenas um ponto de partida e o ideal sempre é escutar o som de cada monitor de áudio desejado.

Para quem não tem acesso as lojas especializadas em áudio para studio na sua cidade (como é o meu caso), mais à frente deste post, falarei uma maneira excelente para solucionar este empecilho.

Tudo dentro da faixa

A faixa de resposta em frequência consiste em mostrar ao produtor musical quais os limites de frequências que o equipamento pode reproduzir de forma fidedigna.

A medida da frequência de valores mais baixo é medido em Hertz (Hz) enquanto os valores do limite superior é medido em kilohertz (Khz).

Para fins de produção musical, a faixa de frequência entre 50 Hz a 20 Khz está adequado.

Saiba que tal especificação mostra o máximo do valor da faixa de trabalho das frequências do monitor de áudio e a variação máxima do gráfico ao decorrer do limite. 

Para tanto, a especificação é escrita como “40Hz-21kHz ± 2dB” que indica uma variação máxima de 2 dB dentre as frequências da faixa determinada.

Para a maioria das aplicações, uma variação de 3 dB ou menos caracteriza um som bem balanceado. 

Como ele soará em determinada frequência é assunto para mais tarde.

O que mede a harmonia sonora?

distorção harmonica total de monitores de audio

A distorção harmônica total é também um indicador para a qualidade sonora do monitor de áudio. Com esta especificação, você identifica o quão sem saturação o som é reproduzido.

Na maior parte das vezes, a distorção harmônica total é demonstrado em conjunto com o ruído, sendo representado pela sigla THD + N.

Todo circuito de áudio adiciona algum tipo de ruído e distorção ao sinal do som. E você deve saber o quanto é.

O valor ideal para esta especificação é 0,001%. 

Um circuito de áudio com baixa qualidade tem um valor de THD em torno de 0,3 a 1%.

Sempre você encontrará tais valores de THD em caixa de som comum, devido a baixa qualidade do circuito de áudio.

Isto é mais outra razão para não utilizar tais equipamentos no seu home studio.

Saiba o quanto o seu som bate

Além do volume do som, conhecer a potência do monitor de áudio para home studio é importante para ditar a faixa dinâmica sonora, ou seja, a diferença entre o volume mais baixo e mais alto de um som.

Quanto mais potente for o monitor de áudio, mais dinâmico será o áudio reproduzido. Isso lhe ajudará ouvir mais detalhes nos transientes da música e, assim, as configurações em compressores, limiters e gaters serão mais certeiras.

Por exemplo, se você tiver dois modelos semelhantes de monitores de áudio para home studio, o que tiver maior potência terá mais headroom (diferença de volume entre sinal de áudio atual até o seu limite de saturação).

monitor de audio mais potencia tem mais headroom

Os picos de alguns arranjos como snare ou kick podem demandar até 10 vezes mais potência de pico do que a potência média de uma música.

Ou seja, caso a potência média da música é de 20 watts, o ideal é ter um monitor de áudio com 200 watts para não saturar no momento de tocar um kick ou snare.

Mas não esteja tão preso a este conceito. Só tenha em mente que quanto maior a potência, mais definição e faixa dinâmica você terá no áudio do seu monitor de referência.

A potência mínima para home studio no quarto ou uma sala comum de uma casa é a partir de 15 W total e no máximo 60 W total.

Amplifica ou só recebe o sinal?

Todo monitor de áudio para home studio precisa de um amplificador.

O monitor ativo tem um amplificador dentro da própria caixa de som. Sua vantagem é que o fabricante projetou o amplificador perfeito para o alto-falante e a tweeter do monitor de áudio.

Além disso, você economiza espaço no home studio e tem o melhor custo/benefício quando não compra um amplificador a parte.

Por isso tudo, o monitor de audio ativo é o mais vendido e o mais popular.

Para o monitor de áudio passivo funcionar é necessário comprar um amplificador específico para desempenho ideal do alto-falante e da tweeter do equipamento.

Suas vantagens consistem em um preço menor na aquisição do conjunto monitor passivo -- amplificador externo e a flexibilidade em incluir este equipamento em outros setups sonoros em conjunto com outros monitores de áudio.

O monitor passivo já vem com um circuito de crossover que separa as frequências graves e agudas, facilitando a interconexão com o amplificador.

1, 2 ou 3 amplificadores

A divisão do sinal da música no circuito de som do monitor de áudio para home studio determina se o equipamento é mono, bi ou tri-amplificado.

Os monitores de áudio, em sua grande maioria, têm um alto-falante para as baixas e médias frequências e uma tweeter para as altas frequências.

Num monitor de referência mono-amplificado, o circuito de áudio tem um crossover que separa as frequências encaminhadas para o alto-falante e a tweeter.

No monitor bi-amplificado, existe dois amplificadores, sendo um direcionado para o alto-falante e o outro para tweeter.

Já no monitor tri-amplificado, o sinal de áudio passa em três amplificadores que envia a informação para alto-falante de grave, outro de médio grave e para tweeter.

Você já deve imaginar que uma configuração bi-amplificada e tri-amplificada tem uma resposta em frequência mais flat e um som mais preciso. 

Isso acontece devido o projeto de cada amplificador ser específico para trabalhar com cada região de frequência.

Até onde vai o som?

campos sonoros dos monitores de audio para home studio

Outra especificação que você pode encontrar quando for comprar um monitor de áudio para home studio são os termos campo sonoro curto, médio ou longo. Tais termos se referem a que distância o monitor de áudio deve estar de você.

Para monitores de áudio com campo sonoro curto, o produtor musical deve estar entre 1 a 1,5 metros de distância do equipamento. 

Já para monitores de áudio com campo sonoro médio, deve-se estar em torno de 3 metros de distância.

Finalmente, para os monitores de áudio com campo sonoro longo, você deve estar entre 2 a 4 metros de distância. 

Os monitores de áudio de campo sonoro curto, que têm um design compacto e pequenas caixas de som, quase sempre serão sua melhor escolha.

Isso porque você prioritariamente escuta o som provindo direto dos alto-falantes em comparação com o som refletido das paredes e do teto.

Já que é quase certo de você (e eu também…) não ter tratamento acústico profissional no home studio, esse tipo de monitor de áudio é de grande valia.

Caso você tiver um studio profissional com tratamento acústico e seja grande, os monitores de áudio com campo sonoro médio e longo é uma boa pedida. Mesmo assim, todos os studios profissionais tem um ou dois pares de monitores de áudio com campo sonoro curto e 90% da mixagem de um álbum profissional é feito com tais tipos de monitores.

Mas tenha em mente que os monitores de áudio de campo sonoro longo são posicionados dentro da parede da sala de controle de um studio profissional. Eles são utilizados para checar as frequências graves de sons finalizados e para impressionar os clientes, colocando suas trilhas com volumes bem alto.

Segundo parâmetro mais importante do seu monitor de áudio

faixa de resposta em frequência de monitores de audio para home studio

O gráfico de resposta de frequência é o segundo parâmetro mais importante na escolha do seu monitor de áudio para home studio. 

Este gráfico consiste em mostrar o valor em decibéis do áudio de 20 Hz até 20.000 Hz. É neste gráfico que você verá o quão flat é o monitor de áudio.

Idealmente, o monitor de áudio para home studio deveria reproduzir a mesma potência sonora em toda faixa de frequência do ouvido humano.

Mas isso não acontece e não tem muito sentido, como explicarei mais a frente.

Engenheiros de áudio criam este gráfico colocando um monitor de áudio para home studio em uma câmara anecoica. Este local é composto por espuma de fibra de vidro nas paredes que absorve o som.

Além disso, existe um microfone calibrado posicionado na frente do monitor de áudio.

O engenheiro envia um sinal de ruído branco, que consiste em um áudio em que todas as frequências sonoras têm a mesma potência, para o monitor de referência.

Finalmente, tem-se outro dispositivo eletrônico que grava a saída dos alto-falantes e cria um gráfico indicando o volume de cada frequência.

Um exemplo de uma sala anecoica que fez testes completos de diversos monitores de áudio para home studio você pode encontrar no site da 3-D Audio & Applied Acoustics Lab da Universidade de Princeton.

Um monitor de áudio para home studio de ótima qualidade não muda bruscamente as frequências sonoras de um som, caso contrário, a música pode soar não natural.

Por exemplo, as frequências médias não podem ter mais potência que o grave e o agudo, caso contrário, uma voz humana ficará estranhamente mais alta comparado com outros instrumentos musicais.

No entanto, existem algumas questões complexas que deixa a tarefa de escolher um bom monitor de áudio para home studio mais difícil.

Vamos começar pelo primeiro:

1 -- Qual é o gráfico de resposta do monitor de áudio em um ambiente de studio?

O artigo “The Yamaha NS10 Twenty Years A Reference Monitor. Why?” foi baseado em uma mensuração acústica de 38 diferentes monitores de áudio para studio em uma câmara anecoica na Universidade de Southampton.

A Figura 4 do artigo apresenta a resposta em frequência de um monitor de áudio ideal em dois locais com acústicas diferentes.

resposta de frequencia de um monitor de audio para home studio em espaco livre e embutido numa parede infinita

A curva com linhas cheias é a resposta do monitor de áudio ideal em um espaço livre e a curva pontilhada é a resposta do mesmo monitor de áudio embutido em uma parede infinita.

A resposta do monitor de áudio embutido na parede infinita parece ser mais flat em grande parte da faixa de frequência enquanto que a resposta do monitor em um espaço livre contém um “V” nas frequências médias.

O gráfico abaixo mostra a resposta em frequência de um monitor de áudio em uma área externa com o alto falante e o microfone levantados por meio de um guindaste a 4 metros do chão e de qualquer parede ao redor com o microfone a 1,2 metros de distância do monitor de áudio.

resposta do ns10m ambiente aberto a 4m de altura do chao e paredes comprimido

Já o gráfico abaixo consiste na mesma situação acima, porém inclui uma mesa de mixagem de madeira.

resposta do ns10m em cima de uma mesa de mixagem de studio comprimido

Por último, a resposta abaixo é referente a uma sala de controle de gravação de studio.

resposta do ns10m em cima de uma mesa de mixagem de studio dentro de uma sala comprimido

Levando em conta que muitos dizem que a resposta flat é necessária para um monitoramento de áudio, os gráficos acima demonstram que este monitor ideal que teve como modelo um monitor considerado padrão de indústria por muito tempo (ele será revelado mais a frente) foi largamente utilizado por diversos engenheiros de áudio importantes.

Ainda existe a influência do ouvido humano para dificultar mais ainda essa história toda sobre a resposta flat.

Basta ver o gráfico Fletcher-Munson para constatar que, dependendo do volume do áudio, o ouvido humano perceberá uma resposta flat nas seguintes condições:

grafico fletcher munson que retrata como nosso ouvido escuta

Com toda essa problemática, a empresa Sonarworks desenvolveu um produto em que você simula um monitor de áudio para home studio ideal utilizando a tecnologia Sonarworks SR.

O vídeo abaixo explica como funciona o sistema:

Resumidamente, você realiza as medidas do seu home studio utilizando o microfone calibrado da empresa, mensura a resposta em frequência do seu home studio e do monitor de áudio, salva o perfil criado no programa e escolhe como deve soar o seu monitor de áudio atual.

Alias, se você quiser saber como montar um home studio? Baixe o meu eBook Como Montar um Home Studio.

2 -- Os maiores hits foram mixados num monitor de áudio não flat

As mixagens das músicas de grandes álbuns do rock como: 

  • Avalon da banda Roxy Music (posição 31 da lista “Os 100 melhores álbuns da década de 1980” da revista Rolling Stone, que em 2003, voltou a citar o álbum na posição 307 dos 500 maiores álbuns de todos os tempos)
  • Let’s Dance de David Bowie (4ª posição na Billboard Pop Albums Chart de 1983 e 1ª posição na UK Albums Chart de 1983)
  • Born in the U.S.A. de Bruce Springsteen (na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame)

… que foram feitas por Bob Clearmountain utilizou o monitor de áudio Yamaha NS10.

Você pode ver na foto abaixo o dito cujo no studio dele:

monitor de audio para home studio ns10 do Bob Clearmountain

Outros produtores musicais históricos que também utilizam o monitor de referência Yamaha NS10 são Rhett Davies, Bill Scheniman e Nigel Jopson.

monitor de audio para home studio ns10 do rhett davies

Como será o gráfico de resposta em frequência do Yamaha NS10? Será realmente flat? Veja a figura abaixo.

grafico de resposta em frequencia do monitor de audio para home studio ns10 yamaha

E ainda foi considerado um produto padrão de indústria de monitores de áudio por muito tempo!

Agora vem a pergunta: o que será de tão especial tem esse monitor de referência?

Este artigo, que destrinchou toda a história desse monitor de áudio, falou de uma especificação técnica importantíssima que, infelizmente, não se ver nos manuais dos equipamentos: resposta de frequência no domínio do tempo.

O artigo “The Yamaha NS10. Twenty Years A Reference Monitor. Why?” também realizou medições como resposta em frequência, distorção harmônica e a resposta de frequência no domínio do tempo (o quão rápido um monitor de áudio começa e termina sua vibração sonora após um sinal de entrada) de vários monitores de áudio.

E concluiu que o melhor monitor de áudio é o Yamaha NS10. Enquanto que a resposta em frequência desse monitor não é flat e a faixa de frequência de graves é pequena em comparação com os outros monitores, ele é fora de série levando-se em conta a resposta no tempo e a distorção harmônica.

grafico de resposta em frequencia numa sala anecoica do monitor jbl lsr 25
grafico de resposta em frequencia numa sala anecoica do monitor yamaha ns10m
grafico de resposta em frequencia vs tempo numa sala anecoica do monitor yamaha ns10m

O gráfico acima é chamado de Waterfall e representa a resposta no domínio do tempo (Frequência vs dB vs Tempo de vibração do alto falante). O eixo horizontal e vertical é basicamente a representação da resposta em frequência do monitor de áudio enquanto o eixo axial se refere ao tempo que o alto falante continua vibrando após cessar o sinal de entrada.

Agora compare o tempo de amortecimento na frequência de 70 Hz no monitor 17 com o tempo de amortecimento na mesma frequência no monitor Yamaha NS10. O primeiro é de 80ms e o segundo é de 20 ms!

O ideal é ter sempre valores curtos de tempos em toda a extensão do gráfico de frequência, o que é encontrado no Yamaha NS10.

Para exemplificar a importância desta especificação técnica, retire todas as mobílias de um cômodo da sua casa e bata palmas. Você ouvirá um eco vibrante ressonando na sala mesmo depois das palmas. O som das palmas das mão se batendo é bem curto, mas o eco ainda permanece por muito tempo no ambiente.

O mesmo acontece com um alto-falante em uma câmara anecoica após cessar um sinal de entrada de áudio no monitor: o alto-falante ainda continua vibrar por um determinado tempo dependendo da frequência do sinal de entrada.

E isso tudo é representado pelo gráfico Waterfall acima.

Escute a gravação de um áudio com duas músicas com o tempo de amortecimento curto e longo abaixo. Note como este parâmetro afeta a inteligibilidade dos graves, médios e agudos.

Dúvidas? Fale comigo que eu te ajudo!

Mesmo depois de ler o artigo, ainda está com dúvidas de qual monitor de áudio para home studio comprar?

Então entre em contato comigo clicando no botão abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *